quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Irreconhecível, mas cega de nostalgia


Como se não bastasse ouvir Los Hermanos, vou repetir Caio Fernando...


"Quero fluir: as coisas passando eu quero é passar com elas: é mais do que isso aí (...) Acho que é só. Saudade saudade saudade saudade saudade saudade saudade saudade. Amor amor amor amor amor amor amor amor amor amor. Todos os beijos já existentes e não existentes todos os beijos os beijos dados mais os que estão por dar. Não se perca. Não se esqueça."


...que é pra você ver que eu ainda sangro e nem mudei tanto assim!

Nenhum comentário: