terça-feira, 28 de setembro de 2010

Verdades do mundo

Te encontro nas ruas até de olhos fechados.
Sinto a tua presença
E a lembrança que eu tenho de você
Me faz querer te abraçar
Querer te encontrar...

Das coisas que digo sobre a gente ter coragem
Às vezes me esqueço e quando vejo, outro dia clareou
E eu fiquei aqui (...)
É difícil viver as verdades do mundo
Quando o seu coração não se sente à vontade

Sigo os seus passos, invento certezas
É certo que fracasso algum será capaz de me fazer desistir
Porque eu não vou me entregar, eu não vou desistir
E se eu puder fazer por ti
o que ninguém jamais fez por mim...
Eu faço.
Eu faço...

Detonautas

Nenhum comentário: