terça-feira, 11 de maio de 2010

Um adeus

É bom às vezes se perder sem ter porque, sem ter razão
É um dom, saber envaidecer
Por si, saber mudar de tom (...)


É o que tem pra hoje.
(parte 3)

Nenhum comentário: