sábado, 22 de maio de 2010

Da minha adoração por cortar o cabelo

Pra mim o dia de visitar a cabelereira é mágico. Talvez, ele seja mágico na marra (eu falo nisso a semana toda e ele - o próprio dia - acaba ficando intimidado!!). Talvez, ele seja mágico porque eu consulto umas 30 revistas enquanto aguardo minha hora no sofá da salinha de espera, e mudo de decisão em igual proporção de vezes. Talvez, ele seja mágico por causa da torcida que se forma. Peço mil opiniões. Alguns dizem que "Tá lindo assim. Tira só as pontas." Alguns sentenciam: "Franja!" ou "Preto!" ou "Loiro, daqueles bem brilhantes!" ou "Assim sabe... Igual o da Fulana!". Outros me aconselham a cortar chanel (e desses últimos eu compartilho a opinião, mas só na vontade, nunca na atitude). Eita gente que se decepciona, no final das contas! Eu acabo sempre cortando o cabelo ao contrário da tendência ou dos palpites. Não sei porque os consulto. Eu sempre encurto quanto tá todo mundo achando cabelão um must e deixo crescer quando ninguém liga muito pra comprimento de cabelo. Nunca mudo a cor, pra ser sincera nem muito as formas. Que seja... Mas o dia em que eu corto o cabelo ainda assim é mágico. Acho salão de beleza uma coisa legal pra gente visitar. É uma atmosfera que contagia - eu sempre saio de lá invariavelmente mais feliz e nova do que entrei. Um sem fim de produtinhos cheirosos, secadores potentes, cartazes com gente bonita e ousada, cadeiras que sobem e descem... Pessoas se produzindo.
Hoje eu visitei uma cabelereira que nunca tinha visitado. Não precisaria, mas me agrada experimentar atmosferas novas. Foi ótimo. Bonita, profissional, parecia (e seria) preciosista na sua arte. Ela me atendeu super bem, não ficou fazendo perguntas sobre a minha vida como a maioria faz e eu gostei do resultado. Eu sempre gosto, aliás. Gosto de um período pós-corte onde alguns afortunados notam que há algo diferente em mim. Gosto até dos meros mortais desavisados que percebem e ainda assim perguntam: "Cortoooou o cabeeeeeelo???" como quem não quer nada. Gosto da expectativa e praticamente sempre do corte escolhido. Porque cortar o cabelo, por si só, eu adoro. Mas acho que já disse isso um número de vezes suficiente pra irmos às vias de fato:

Um comentário:

Sissa disse...

Bem, nao gosto muito de cortar. Mais de mudança gosto, e muito, aliás, acredito que isso seja uma caracterísca feminina. E de fato, salão de beleza, é muito bom de visitar ;)

bjooo